Nada como ter a quem puxar

Posted by Ciça Calasans on Thursday, July 15, 2010 Under: vestidos

Nada como ter a quem puxar

Olha só o que eu achei hoje na minha caixinha do correio: um envelope da minha mãe com mini moldes de saias volante e evasê, cortadinhos no papel e tecido! Bom, pra eu explicar isso é só voltar alguns posts onde eu falei do vestido xadrez. O fato é que naquela época eu queria porque queria fazer uma saia bem anos dourados, completamente volante. O problema é que comprei uma medida de tecido que acabou miando meus planos e até eu concluir isso tive que ligar pra minha mãe, a milhas de distância, pra ela poder me ajudar nesses cálculos todos. Discutimos um monte via embratel até que eu me conformei com o fato de que minha saia volante viraria uma evasê, o que no final das contas eu amei. Só que pra que a gente se entendesse ela fez com eu, daqui de São Paulo, pegasse uma folha de papel e fosse dobrando e cortando seguindo suas instruções lá de Salvador city. Não foi fácil, mas acabei entendendo e no final deu tudo certo. Só desconfio que ela, não tenha ficado satisfeita e aí está a prova disso, mini moldes das saias pra eu poder entender tudo com mais precisão! rs
Do meu pai eu sempre ouvi que quem puxa aos seus não degenera. Será que eu tive a quem puxar? Quem me conhece saberia responder essa questão num piscar de olhos. Alguém arrisca?
Brigadão, mãe! Amei as instruções!

 

In : vestidos 


Tags: saia  volante  evasê  mãe 
blog comments powered by Disqus

Translate This Page

Make a Free Website with Yola.